Introdução ao Editor de Vídeos Shotcut

14:02


Transcrição do vídeo: Introdução ao editor de vídeos Shotcut
Duração: 04:17


O Shotcut é um editor de vídeos livre, de código aberto e multi-plataforma, com versões para Windows, Linux e Mac OS.

A idéia de criar o editor surgiu em 2004 por Charlie Yates, segue o link do site do projeto: https://www.shotcutapp.com/

Desde de 2011 o Shotcut vem sendo desenvolvido por Dan Dennedy, que o reescreveu completamente. Tanto Charlie Yates quanto Dan Dennedy são co-fundadores do MLT, Media Lovin Toolkit, um framework multimída de código aberto, utilizado por várias aplicações, entre elas o Kdenlive e o Openshot, além é claro do Shotcut.

No site do projeto original você vai encontrar vários screenshots que ilustram um pouco a evolução do software, vale dar uma olhada, segue o link: https://web.archive.org/web/20050401015503/http://users.pandora.be/acp/shotcut/

Talvez a característica mais marcante do Shotcut seja a sua interface que assim com a do Lightworks difere da dos editores como o Kdenlive, Premiere e Vegas.



Na sua tela inicial encontramos uma Barra de Menus, uma Barra de Ferramentas e o player de vídeo, que ocupa praticamente toda a extensão da tela, ele serve tanto para a visualização dos arquivos fontes como dos que fazem parte do projeto.

As opções de Painel da Barra de Ferramentas são carregadas ao clicar no botão, assim podemos visualizá-los apenas quando necessário e manter o foco onde ele for mais importante.

A interface se ajusta rapidamente ao ser redimensionada, e os painéis podem ser removidos e encaixados em locais diferentes ou deixados em modo flutuante. Dois cliques na Barra de Títulos do painel fazem com que ele flutue ou volte a sua última posição de encaixe.

No site encontramos a relação dos atalhos e não existe ainda uma opção para personalizá-los diretamente no Shotcut. Link para a lista de atalhos: https://www.shotcutapp.com/howtos/keyboard-shortcuts/

Você pode personalizar temas e idiomas e realizar diversas configurações técnicas para o projeto. Eu tentei usar o processamento por GPU, um recurso experimental,  mas no meu caso não funcionou.

Para começar a editar basta carregar um vídeo teclando Ctrl+o, usando Menu Arquivo ou arrastando um vídeo para player.

Por padrão o vídeo não entra na playlist e se você carregar outro vídeo no player o anterior deixa de fazer parte do projeto, você pode então arrastar o vídeo do player para a playlist ou arrastar o vídeo diretamenta para a playlist. Observe que os vídeos recebem um número e para navegar pela playlist basta teclar o número correspondente do vídeo e para executá-lo teclar Enter.

Você pode usar os recursos de marcação In/Out para delimitar a parte do vídeo que deseja editar. Podemos fazer isso arrastando os marcadores em formato de triângulo no lado esquerdo da Timeline do player, representando o in e no lado direito representando o out. Podemos também usar os atalhos i(in) e o(out).

Para inserir o vídeo em uma Linha do Tempo, tecle v ou se a Timeline já estiver habilitada arraste o vídeo para ela. Observe que ao arrastar o vídeo a palavra Overwrite surge na Timeline, indicando a ação.

Com o vídeo na Timeline o player passa a exibir esse vídeo, daí você pode navegar por ele, as teclas de atalho "j", "k" e "l" funcionam como de costume, "k" para ou executa o vídeo, "j" volta o vídeo se apertado mais de uma vez a velocidade de execução é incrementada, e "l" avança o vídeo.

Para alternar entre o player entre o Source e o Projeto use a tecla Esc.

Para dividir um vídeo usamos o botão Split na Barra de Ferramentas da Timeline ou o atalho "s".

Você pode arrastar e inserir novos vídeos na Timeline e ordenando-os conforme a necessidade.

Para excluir um trecho de vídeo basta usar a telca "s" para dividir o clip, selecionar com um clique a parte que se quer excluir e teclar Delete, ou usar o botão com um sinal de "-" nas Ferramentas da Timeline. Esse mesmo princípio de seleção é usado para aplicar filtros.

Clique no botão Exportar para gerar o vídeo do projeto. No painel Export vc tem uma variedade bem grande de opções, além de poder refinar sua escolha. Eu escolhi youtube e mantive as configurações default de exportação. Ao clicar no botão Export File um painel chamado Jobs surge no lado direito da tela, ele informa o status de execução da exportação.

Com isso você já tem o básico para começar a editar seus vídeos usando o Shotcut





Você também pode gostar desses posts

0 comentários

Like us on Facebook