Permissões no LInux - O básico

20:32



Por ser um sistema multiusuário o gerenciamento de permissões visa garantir que os usuários tenham acesso apenas aos recursos que eles podem utilizar.

Então as permissões são formas de definir quem pode acessar arquivos e diretórios em seu sistema. O sistema de permissões usado no Linux é o que garante um sistema seguro e organizado.

Arquivos e diretórios tem 3 tipos de permissão:
r - Read(leitura)
w - Write(escrita)
x - Execute(executar)

Cada arquivo e diretório define seu controle de acesso por 3 classes:

User(usuário): é o proprietário do arquivo.
Group(grupo): pode conter vários usuários.
Others(outros): são todos os outros usuários.



Temos então o seguinte esquema de permissões:

Ao digitar ls -l, podemos ver na tela entre outras coisas o tipo do arquivo(d: para um diretório e -: para um arquivo) e suas permissões.


Modo Octal
O modo octal é o modo mais comum de se atribuir e modificar permissões de arquivos e diretórios, ele é baseado no seguinte esquema:

0 - Nenhuma permissão de acesso
1 - Permissão de execução
2 - Permissão de gravação
3 - Permissão de gravação e execução
4 - Permissão de leitura
5 - Permissão de leitura e execução
6 - Permissão de leitura e gravação
7 - Permissão de leitura, gravação e execução

Atribuimos as permissões da seguinte forma.

Permissão de execução, usamos 1.
Permissão de gravação, usamos 2.
Permissão de execução e gravação, usamos 3.
Permissão de leitura, usamos 4.
Permissão de leitura e execução, usamos 5.
Permissão de leitura e gravação, usamos 6.
Permissão de leitura, gravação e execução, usamos 7.

O comando utilizado para mudar as permissões de um arquivo é o chmod(Change mode).

Seu uso consiste em: chmod [opções] [permissões] [diretório/arquivo]

Então para mudarmos as permissões do arquivo "teste" para que todos possam ler, gravar e executar digitamos:
chmod 777 teste.

Vamos abordar exemplos e aplicações em outro post.





Você também pode gostar desses posts

2 comentários

Like us on Facebook