Introdução ao editor de vídeos Lightworks

12:52



Transcrição do vídeo: Introdução ao editor de vídeos Lightworks
Duração: 06:35

Clique aqui para assistir ao vídeo!

O Lightworks, é um editor de vídeo que tem uma versão profissional que é paga e uma versão gratuita, ele é multiplataforma, e considerado um dos grandes editores de vídeo de marcado, usado por sinal em grandes produções de Hollywood.
Para baixar basta ir no site e na sessão de downloads escolher a versão para o seu sistema operacional, no meu caso Linux, para usar o editor é necessário que você faça um cadastro no site e se autentique quando for usar, essa autenticação não é sempre solicitada, mas no meu caso de tempos em tempos ela aparece.
Enquanto faz o download faça o cadastro no site e confirme sua conta verificando sua caixa postal.

Para instalar no Ubuntu basta ir até o arquivo que deve se encontrar na pasta downloads, clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção, abrir com instalação de programas, o instalador de software do Ubuntu começará o processo e sua senha deve ser solicitada.

Para abir o Lightwork acesse o Dash e começe a digitar o nome do programa e dê um Enter para confirmar.

Ao abrir será exibida uma tela de boas vindas e informações sobre o editor, para continuar digite seu nome de usuário e senha cadastrados no site do Lightworks e clique no Botão continue.

Diferente da maioria dos editores de vídeo o Lightworks tem uma interface limpa e dependendo do seus sistema operacional inicia em tela cheia. No início você a tela de projetos onde são exibidos projetos existentes e também onde você pode criar um novo, na parte inferior esquerda da tela tem o Botão System Settings, onde é possível configurar e fazer ajustes no software.
Na parte de cima, em destaque na janela de projetos temos a opção Create new project, para criar um novo projeto devemos informar um nome e escolher o Frame rate adequado, caso não saiba o Frame rate deixe marcada a opção Auto. Criei um projeto chamado apresentacao, sem "ç" e sem "~" por uma questão de gosto pessoal, e deixei o Frame rate em Auto, confirmei clicando no botão Create.
Ao ser criado o projeto, é aberto um navegador de arquivos para que você possa fazer a importação das mídias, você também vai ver na tela no canto esquerdo uma Barra de Ferramentas e na parte superior também a esquerda uma espécie de Menu do projeto.
Vou navegar até a mídia que vai ser usada no vídeo, clicar sobre ela e no Botão Import. Ao ser importada, a mídia fica em uma janela onde o conteúdo é organizado por data e tipo entre outras opções, além de vc poder criar suas pastas(os Bins) para organizar seu projeto como desejar.


Outra forma de importar suas mídias é clicando e arrastando para dentro do LightWorks.

A Barra de Ferramentas assim como as outras janelas no ambiente podem ser deixadas fixas ou móvies, no caso da Barra de Ferramentas ela se recolhe na lateral esquerda da tela quando não está fixa.




Vamos abrir a janela Browser project contents e analisar a mídia importada. Quando paramos o mouse sobre a miniatura da mídia o Lightworks nos dá uma série de informações sobre o Clip. Na lateral direita da miniatura encontramos 3 Botões: Viewer, Show Timeline e Show fileCard. O Viewer é a janela onde vamos realizar os cortes para separar e organizar o conteúdo, Show timeline exibe a timeline do clip, é na timeline que temos as tracks(trilhas de vídeo, áudio e efeitos) e Show filecard nos mostra uma janela com informações detalhadas do clip, podemos ainda fazer notas e observações nessa janela.
Podemos pré-visualizar o conteúdo do clip teclando Barra de Espaço na miniaturar para exibir e parar o filme, podemos também avançar e recuar e aumentar a velocidade de exibição.

No Lightworks podemos clicar e arrastar para movimentar a Viewer sobre o conteúdo e não apenas na Barra de Título da janela. As engrenagens no canto superior direito correspondem ao menu da janela Viewer.

Vou exibir a timeline clicando no Botão corresponde, para começarmos a realizar as ações de corte e conhecer os atalhos.

Na parte inferior da Viewer temos uma série de Botões para controlar a exibição do filme, realizar marcações e transferências de conteúdo para uma janela de edição. Você pode usar o mouse para realizar essas operações, mas o processo fica mais lento e pouco prático, nesse caso conhecer e dominar os atalhos de teclado vai fazer com que seu trabalho seja mais rápido e produtivo.

A tecla "h", vai nos levar para o início do vídeo. Já o ";" nos leva para o fim do vídeo. A tecla "l" corresponde ao Botão play e roda o vídeo, podemos usar também a Barra de Espaço. A tecla "k" para a exibição do vídeo, a Barra de Espaço também cumpre esse papel. A tecla "j" roda vídeo em sentido contrário, indo em direção ao início.

Ao apertar a tecla "l" mais de uma vez a velocidade de exibição do vídeo aumenta, o mesmo vale para a tecla "j".

A tecla "." avança o vídeo um quadro e a "," volta o vídeo um quadro.

Marcar uma parte do vídeo para cortar ou inserir em uma janela de edição talvez seja a funçao mais comum em edição vídeo, essa é provavelmente a ação que você vai realizar com maior frequência. Essa ação é chamada de "Mark and Park" no Lightworks.

A tecla "i" marca o início e a tecla "o" o fim de uma seleção

Depois de selecionado o trecho desejado podemos inseir em uma janela de edição de duas formas, teclando "v" para inserir entre uma parte ou no fim de uma parte do vídeo ou teclando "b" para substituir onde estamos na edição pelo trecho selecionado, vamos falar sobre ação Replace em outro vídeo.

Após marcar uma parte do vídeo teclei "v" para inserir em uma janela de edição, para alternar entre as janelas de edição e de visualização usamos a tecla "esc". Vamos marcar outro trecho do vídeo e teclar "v" para inserir no fim da janela de edição.

Normalmente a montagem de um vídeo é feita por diversos pedações de clips diferentes, isso deixa sua trilha de edição bem fragmentada. Para navegar pelos vários clips da edição usamos a tecla "a" para voltar e a tecla "s" para avançar pelo cortes.
Esses são os fundamentos mais básicos em edição, apesar de básicos são as ações realizadas com maior frequência pelo editor. Alguns dos atalhos de teclado vistos são comuns a outros softwares de edição de vídeo.

Clique aqui para assistir ao vídeo!




Você também pode gostar desses posts

0 comentários

Like us on Facebook