Como criar atalhos de terminal - Terminal básico #06

19:57

Capa da postagem atalhos no terminal

Criando atalhos de terminal - Terminal básico #6

Duração do vídeo: 03:29
Clique aqui para assistir ao vídeo.
Visite a playlist sobre o Terminal.


Esse vídeo é um complemento ao post sobre Atalhos no terminal. A seguir o link para o post http://www.livrelabs.com.br/2017/03/5-atalhos-basicos-do-terminal.html.

Neste post abordamos 5 atalhos que ajudam na edição da linha de comando e que são comuns a grande maioria, senão todas as distribuições. São eles:
  1. Ctrl+a, esse atalho leva você ao início da linha a ser editada.
  2. Ctrl+e leva você ao fim da linha.
  3. Ctrl+u apaga todo o texto a esquerda do cursor.
  4. Ctrl+k apaga todo o texto a direito do cursor.
  5. Ctrl+y cola o conteúdo apagado por Ctrl+u e Ctrl+k.

Além desses e de vários outros atalhos pré-configurados, você pode criar seus próprios atalhos para executar as ações que deseja. Para fazer isso você deve criar um Alias.




Os atalhos podem ser criados durante uma sessão do Terminal. Para fazer isso digite:
alias la="ls -a"

Criando um atalho em uma sessão do terminal
Ataho criando de forma temporária em uma sessão do terminal
O comando deve ser digitado dessa forma respeitando os espaços, as aspas duplas podem ser trocadas por simples.

O problema com essa opção é que ela é temporária e deixa de existir assim que o terminal é encerrado.

Para persistir os seus atalhos você pode criá-los dentro do arquivo .baschrc. O bashrc é um arquivo para custumizar o bash, que é um interpretador de comandos, ele é um arquivo oculto localizado na sua pasta Home.

Conhecendo o arquivo bashrc
Visão geral do arquivo de configuração do bash, o .bashrc
As configurações do .bashrc mudam conforme a distribuição e versão, para o nosso caso que é a criação de aliases você pode criá-los no fim do arquivo. Experimente então digitar após a última linha do seu .bashrc o mesmo alias usado a pouco: alias la="la -a".
Atalho criado no final do arquivo basrc
Atalho criando e salvo para uso futuro no arquivo .bashrc
Salve e feche o arquivo, feche e abra o terminal ou digite: source ~/.bashrc. Teste o comando.

Você ainda pode criar um arquivo apenas com os seus alias e referência-lo dentro do .bashrc. Para fazer isso crie o arquivo .bash_aliases na sua pasta home e edite criando o seguinte alias: alias rm="rm -i". Assim sempre que um arquivo for excluído será pedida uma confirmação da ação. 


Criando o atalho no arquivo bash_aliases
Atalho criado no arquivo .bash_aliases
Para o arquivo .bash_aliases funcionar ele deve ser referenciado no .bashrc, procure pelas linhas a seguir no seu arquivo .bashrc.
if [ -f ~/.bash_aliases ]; then
  . ~/.bash_aliases
fi

Editando o arquivo .bashrc para apontar para o arquivo de atalhos .bash_aliases
Configurando o .bashrc para apontar para o arquivo de atalhos .bash_aliases
Normalmente essas linhas estão comentadas, em Shell Script o caracter responsável pelo comentário é o #. Remova o comentários das 3 linhas salve, feche o arquivo e reinicie o terminal para testar o comando.

Para testar vamos criar um arquivo com o comando touch teste-deletar e vamos usar o alias rm para excluir o arquivo. Observe o pedido de cofirmação antes de execução da ação. Para confirma digite s ou y.

Casos essas linhas não existam no seu .bashrc, acrescente-as ao fim do arquivo respeitando os espaços após os parênteses. Por fim, salve, feche o arquivo, reinicie o terminal e teste os comandos.

O .bashrc é um arquivo que permite uma série de configurações, muito mais refinadas do que essas, esse vídeo não é nem de longe uma introdução as configurações do .bashrc ou de Shellscript.

Clique aqui para assistir ao vídeo.
Visite a playlist sobre o Terminal.





Você também pode gostar desses posts

0 comentários

Like us on Facebook